Crença Limitante sobre Amor você tem?


Você já se pegou tento esses pensamentos, julgamentos e atitudes?


– Eu não sou suficientemente … (por exemplo: boa, educada, magra, jovem, inteligente, rica).

– É muito tarde para encontrar a felicidade e o sucesso.

– É melhor eu não ser muito feliz, ou a queda será maior.

– As coisas nunca dão certo para mim.

– Eu não mereço …

– Eu sou muito medrosa.

– Eu sou cabeça dura mesmo.

– Estou velha demais para isso.

– Eu não mereço sucesso ou coisas boas.

– Se eu falar o que penso, eu vou ser rejeitada.

– Se eu sou feliz, mesmo quando os outros estão sofrendo, isso significa que eu não me importo com eles.

– Nunca vou conseguir alcançar meus objetivos ou realizar meus sonhos

– Tudo precisa ser perfeito.

– Eu não devo colocar minhas necessidades antes dos outros.

– Eu sou responsável pela felicidade de outras pessoas, e elas são responsáveis pela minha.

– Não nasci para ser feliz.

– É muito difícil encontrar alguém que me mereça. (falsa autoestima)

– Ninguém vai me querer!

– Homem nenhum presta!

– Eu sou mesmo uma fracassada.

– Eu tenho muito medo de ficar sozinha.

– Eu não sou uma pessoa interessante.

– Uma mulher na minha idade já era para ter casado.

– Todo mundo consegue, menos eu.

– Se um de nós tem de se sentir desconfortável, esse papel sempre cabe a mim.

– Não tenho disposição para andar com minhas próprias pernas.

– Meus pais sempre tiveram vergonha de mim.

– Eu sempre fui um fardo para meus pais.

– Eu tenho o que mereço.

– Eu sempre sou rejeitada.

– Os homens são todos infiéis.

– Sou assim mesmo, não vou mudar nunca.

– Isso não é para mim, só para os outros.

– Eu não mereço amor, sucesso, dinheiro, fama, etc.

– Se eu seguir meus próprios interesses, os meus relacionamentos irão sofrer.

– Se eu deixar que as pessoas, realmente, me conheçam, elas não vão gostar de mim.

– É muito tarde para mim.

– Não sou capaz de cuidar de mim mesmo.

– Estou velha para recomeçar, agora é tarde.

– Se melhorar, estraga.

– Felicidade dura pouco.

– Eu sou displicente/negligente comigo mesmo.

– Com três filhos, eu não consigo nem namorado.

– Eu me sinto todo impotente.

– Eu me sinto desconectada do meu poder pessoal.

– Eu me sinto desconectada de Deus/Poder Superior.

– Ninguém me aprecia.

– Eu preciso fazer mais e mais para ser digna.

– Se eu não me sentir mal em relação aos erros passados e cautelosos em relação ao futuro, eu cometerei os mesmos erros novamente.

– Eu não posso ser feliz até que ele mude.

– Eu preciso fazer os outros felizes para não ser rejeitada.

– Sempre fui muito esquecida.

– Ah … Isso eu não consigo fazer de jeito nenhum.

– Não sei tudo o que preciso. – Não consigo aprender isso

– Ah … Se eu tivesse uma chance.

– Eu não posso ser feliz até que… – Não consigo me organizar.

– Eu não posso/não consigo/não sei fazer isso.

– Melhor dar do que receber. – Errar é humano.

– Homem ou mulher é tudo igual.

– Não posso confiar em ninguém.

– Sou incapaz de fazer amigos.

– Não tenho sorte.

– Estou destinada a essa vida e a ser desse jeito porque essa é a situação da minha família e por isso, é a minha também.

– Vivo batendo a cabeça na parede.

– Não tenho jeito para isso

– Não é possível viver do que se ama.

– Eu nunca consigo atender a expectativas de meus pais.

– Tenho falhado em prestar atenção às minhas próprias necessidades e satisfazê-las.

– Continuo esperando que as outras pessoas cuidem de mim.

– Continuo esperando que vai aparecer alguém para me salvar.

– Não me sinto capaz de me conectar a outras pessoas e não me sentir tão sozinha.

– Não tenho ânimo para ser mais autêntica sobre os meus sentimentos.

– Não é para mim.

– Não dou conta.

– Eu tenho que ganhar a aprovação de outras pessoas para me sentir bem comigo mesmo.

– Ah … Depois, agora não… Mas o ano que vem …

– Eu tenho que ficar no relacionamento, porque eu não consigo me virar sozinha.

– Eu não posso ser feliz até que a relação seja diferente.

– Se eles realmente me amassem, eles iriam …

– Eu não sei o que eu quero.

– Eu não tenho tempo para me alimentar.

– Eu deveria estar mais à frente do que estou.

– Eu não deveria ter que pedir ao meu parceiro o que eu quero.

– Eu não tenho tempo suficiente para nada.

– Agora é tarde … Agora é cedo demais.

– O problema é dos outros.

– Não tenho tempo para nada.

– Não sei como resolver esse problema.

– Os outros precisam mudar para minha vida melhorar.

– Eu sou muito inexperiente

– Estou muito ocupada sempre.

– Se alguém me salva, isso significa que eles me amam.


E aí, reconheceu alguma dessas crenças limitantes? Você sabia que eu trabalho com técnicas para liberar e resignificar todo esse padrão limitante que você vem vivendo deste então?

Venha se Libertar disso tudo, marque sua sessão e viva livre.


Adriana Caeiro

Terapeuta Integrativa

@dricaeiro

216 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo