top of page

Será que é preciso esperar anos para saber se você está num relacionamento abusivo?


Muitas de nós têm a impressão de que um relacionamento abusivo sempre se pode evitar por imaginar que o abusador virá com uma placa na testa avisando da sua alta toxicidade.


Mas a realidade é outra. O cara que vai virar seu mundo do avesso e destruir (ou ao menos tentar) os seus sonhos, é um homem envolvente, educado, inteligente, atencioso… pena que é só aparência.


Até mesmo eu que sou especialista em relacionamentos, e, sobrevivi a uma relação abusiva de dezesseis anos, preciso estar sempre atenta aos sinais, imagina quem não teve (felizmente!) a mesma experiência que eu? Você não precisa passar por anos de sofrimento para só então entender que o boy era um embuste. Na verdade, você não precisa nem de muitos encontros para sacar isso! Quer saber como? Me acompanhe!

Uma das minhas linhas de trabalho é a terapia com foco em consultoria para relacionamentos.


Eu tenho uma cliente que atendi logo depois de um período traumático em sua vida. Ela tinha a tendência de se envolver em relações que continham alto grau de abuso, mesmo em amizades é possível adotar esse padrão.


Acontece que ela decidiu conhecer alguém e me pediu ajuda para deixar as coisas mais claras, evitando assim, que ela entrasse numa possível enrascada.


Com a autorização dessa cliente, que prefere não ser identificada, vou trazer aqui para vocês esse case real e o que devemos observar logo no começo da relação. Cada semana trarei uma parte do relato e do conteúdo que trocamos nesse trabalho de observação e investigação sobre se aquele rapaz era ou não um abusador em potencial.


Você vai poder saber o passo a passo para entender se o boy vale ou não a pena, e, aplicar esse conhecimento para situações suas.


Te digo uma coisa, minha amiga, esse é um serviço de UTILIDADE PÚBLICA!

Não vai perder, né?

Nos vemos em breve!


Adriana Caeiro

Terapeuta de Relacionamentos e Escritora.

Livro Parece Amor mas é abuso!




Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page